Máquina de escrever USB

Não sei se ajuda a prevenir LER, mas achei bem interessante.

Música para o domingo

Para relaxar depois do almoço de domingo, nada melhor que uma musiquinha.

Mas, ei! Esse aí não é o House?

Brincadeira erudita de botequim – II

bar

Mais um desafio da série de entretenimento (ou devaneio) etílico. Vamos manter a diversão sem perder a generalidade. Mesmo quem não frequenta os ambientes leves e descontraídos desses modernos templos bacantes pode se divertir.

O sofisma do empréstimo

“Um incauto encontrou uma oferta de uma garrafa de Jack Daniel’s (ou de água benta, ou uma corneta ungida – fica a seu critério) por R$ 97,00 (noventa e sete reais).

Como estava momentaneamente desprovido de recursos, pediu dinheiro emprestado para 2 (dois) amigos (ou irmãos, ou parentes, ou paroquianos – adapte como quiser). Cada um deles lhe ofereceu uma nota de R$ 50,00 (cinquenta reais). Nosso pequeno gafanhoto, então, ficou de posse de R$ 100,00 (cem reais).

R$ 50 + R$ 50 = R$ 100

Depois de realizar a compra (você deve ter escolhido o que ele comprou lá em cima, vou parar de ajudar nas adaptações – você já deve ter entendido) devolveu R$ 1,00 (um real) para cada um dos credores e manteve o outro R$ 1,00 (um real) no bolso.

R$ 100 – R$ 97 = R$ 3

Se cada um dos credores emprestou R$ 50,00 (cinquenta reais) e recebeu R$ 1,00 (um real de volta), ainda precisa receber R$ 49,00 (quarenta e nove reais).

Agora danou-se! Se multiplicarmos 49 (quarenta e nove) por 2 (dois) obteremos 98 (noventa e oito), que somados ao R$ 1,00 (um real) que o nosso amiguinho manteve no bolso resultam em R$ 99,00 (noventa e nove reais)

R$ 49 + R$ 49 = R$ 98
R$ 98 + R$ 1 (mantido no bolso) = R$ 99,00

Onde foi para esse R$ 1,00 (um real) que falta?”

Não deixe de ver o post do sofisma do bar.

Entendendo o rugby de um jeito sexy

Se você já tentou acompanhar um jogo dos All Blacks e não entendeu nada, esse vídeo é para você.

vi no diabeisso.

Legião Urbana – Pais e filhos Covered by Tsubasa Imamura

A maior dificuldade é pronunciar o R. Tirando isso é muito bom.
Vale muito ver os outros vídeos do canal. A qualidade do vídeo e do áudio é ótima. Sem falar na interpretação que eu achei bastante legal.

vi no jacaré banguela

Arquitetura e estupidez (parte 2)

banheiro conservatório de música

Banheiros transparentes

O 100devaneios já mostrou os prédios envidraçados que acabam funcionando como estufas. A coisa só está piorando.

Parece que o uso de vidros e transparências na arquitetura chegou a um novo patamar. Juntando a falta de raciocínio com o descaso para com os usuários, uma leva de prédios públicos com banheiros transparentes foi construída aqui mesmo no Brasil.

Continue lendo →

Primeiros passos com Arduino no Windows

Arduino Uno

1 | Consiga uma placa Arduino e um cabo USB

Nesse tutorial, vamos assumir que você está usando um Arduino Uno, Arduino Duemilanove, Nano, ou Diecimila, além do sistema operacional Windows. Se você tiver uma outra placa ou estiver usando outro sistema operacional, leia a página correspondente na página do projeto getting started guide (em inglês).

Você também vai precisar de um cabo USB (plug A – plug B): do tipo usado para conectar uma impressora USB ao computador, por exemplo. (Para o Arduino Nano, você vai precisar de um cabo diferente, A – miniB.)

arduino duemilanove

arduino duemilanove

cabo USB A-B

cabo USB A-B

USB A - miniB

USB A – mini B



Continue lendo →

Brincadeira erudita de botequim

bar

Esse é um ótimo desafio para aqueles momentos de lazer etílico. Se você não aprecia os prazeres da embriaguez, não se acanhe. O desafio serve para outros momentos de diversão.

O sofisma do bar

“Três amigos que estavam em um bar (ou congregação religiosa, não importa muito) pediram a conta.

O garçom (ou obreiro, ou diácono, você já entendeu a ideia) trouxe a notícia de que deviam R$25,00 (vinte e cinco reais) ao estabelecimento.

Cada um deles entregou uma nota de R$10,00 (dez reais) ao nobre atendente de mesas.

De posse dos R$30,00 (trinta reais) o garçom foi até o caixa e, muito malandramente, pediu o troco em cinco moedas de R$1,00 (um real).

Retornando à mesa entregou uma moeda para cada um dos amigos, que concordaram em deixar as outras duas moedas de gorjeta para o garçom.

Ora, como cada amigo recebeu R$1,00 (um real) de troco, gastou R$9,00 (nove reais). Sendo três amigos, gastaram R$27,00 (vinte e sete reais) que somados aos R$2,00 (dois reais) do garçom resultam em R$29,00 (vinte e nove reais).

Onde foi parar esse R$1,00 (um real) que falta?

Anedota, piadinha ou pequeno chiste do consultor

Ouvi essa história há muito tempo, e continuo lembrando dela sempre. De vez em quando, sinto vontade de fazer um negócio parecido.

“Um consultor foi chamado para resolver uma grave inconsistência nos dados recuperados por uma aplicação crítica rodando em computador de grande porte.

Depois de 30 segundos olhando um monitor de terminal, murmurou alguma coisa incompreensível, abriu a mochila e tirou uma chave de fenda!? Foi até uma das unidades de fita e apertou um parafuso de sustentação ¼ de volta.

Continue lendo →

O que é o Arduino?

Arduino Uno

O Arduino é um conjunto de hardware e software, ambos open-source, para o desenvolvimento de projetos de computação física. Isso pode parecer complicado, mas realmente não é.

O hardware é baseado em microcontroladores da Atmel (ATMEGA), com uma grande variedade de opções de placas que oferecem diferentes quantidades de ‘pinos’ de entrada e saída, de tamanhos e de quantidades de componentes eletrônicos.

Pode-se acrescentar componentes (conexão em rede, bluetooth, etc) a certas opções de placas Arduino através de placas auxiliares chamadas Shields.

O caráter open-source do hardware permite que você faça sua própria placa, se tiver disposição para isso. É possível também fazer clones em produção industrial, daí esse monte de placas compatíveis que se encontram para comprar pela internet.

O software do Arduino é uma IDE (ambiente de desenvolvimento integrado) que permite escrever os programas (chamados de Sketchs no mundo Arduino) na linguagem própria do Arduino, além de permitir expansão de funcionalidades com bibliotecas C++ e inserção de código AVR-C (linguagem do fabricante do microcontrolador). A IDE converte a código do sketch e carrega-o diretamente no microcontrolador, funcionando em ambientes Windows, Mac e Linux.

Continue lendo →